30 jan

Texto da professora Dra Bárbara Carine Pinheiro do IQ-UFBA

Hoje vamos falar de uma mulher negra que foi pioneira na matemática no Brasil, a professora Dra. Eliza Maria Ferreira Veras da Silva. A Dra. Eliza foi a primeira mulher professora do Instituto de Matemática e Estatística da UFBA a ter doutorado e é a mulher negra do Brasil com o título mais antigo de doutorado na área de Matemática (levantamento exaustivo realizado pela professora Dra. Manuela Souza nos últimos anos). A professora Eliza Maria nasceu em Ituberá em 1944, filha de um casamento interracial foi uma dentre cinco filhos (3 homens e 2 mulheres). Conviveu com o pai e a mãe até 4 anos quando o pai, por motivos de força maior, ausentou-se até os seus 14 anos deixando-a nas mãos de uma guerreira, a sua mãe. Iniciou o primário em Gandu, finalizando em Jequié, onde fez o ginásio e o pedagógico, concluindo o último ano do pedagógico com média 10 em todas as disciplinas. Na ocasião foi premiada com a Bolsa Phillips da Holanda em virtude desse grandioso feito. Passou em segundo lugar no vestibular de Matemática da UFBA e colou grau como bacharel e licenciada em Matemática em 1967 (fez a graduação toda atuando como professora primária em Salvador). Em 1968 foi aprovada no concurso das 100 horas e se tornou professora do Colégio Central, neste mesmo ano foi nomeada professora Algebrista no IME e logo após o seu mestrado foi aprovada em concurso como professora assistente. Fez mestrado e doutorado na França na Universidade de Montepellier, mestrado com bolsa pela UNESCO e o doutorado com bolsa do Governo Francês, retornou a Salvador e teve acompanhamento do seu orientador que veio algumas vezes ao Brasil. Defendeu doutorado em 1977 pesquisando acerca de álgebras não associativas. Atuou como professora no Programa de Pós-graduação em Matemática nos anos 80, orientando pesquisas em um contexto altamente dominado por homens brancos estrangeiros. Foi membro do Colegiado da pós-graduação e foi Vice-Diretora do Instituto de 1984 a 1988.

Foto tirada na última segunda-feira (dia 20/01/2020) na casa da professora Eliza, em entrevista realizada por mim (Bárbara Carine Pinheiro) e pelas professoras Dra. Manuela Souza e Dra. Simone Moraes. Hoje a professora Dra. Eliza, aposentada da UFBA desde 1994, se ocupa de fazer costuras e artesanatos e passou a cuidar de sua mãe até o falecimento desta em 1999. Sempre que possível viaja a Morro de São Paulo na Bahia, local que conheceu aos 4 anos de idade e sempre foi uma admiradora. A professora Dra Eliza gostaria de mencionar algumas pessoas em sua jornada: Dahil Ferreira (sua mãe), Everaldino Ferreira (seu tio), Nadir Argolo (sua amiga), Rosa Levita (superintendente do ensino primário em Salvador), Célia Maria Gomes (colega e amiga), Lolita Dantas (diretora do IME), Artibano Micali (seu amado e saudoso orientador).

Instagram @descolonizando_saberes
#Descolonizando

Professora Eliza Maria

Professora Eliza Maria

Professoras Simone Moraes, Eliza Maria e Manuela Souza no dia do lançamento do livro da professora Márcia Menezes

Professoras Simone Moraes, Eliza Maria e Manuela Souza no dia do lançamento do livro da professora Márcia Menezes

Leave a Comment